As raças de cachorro mais populares no Brasil

Golden Retriever

O cachorro é conhecido como o melhor amigo do homem, ele é um animal que possui muitas qualidades e uma forte personalidade, porém elas também podem variar com as raças de cachorro, onde cada uma delas possui sua peculiaridade, mas de uma maneira geral eles conquistam fáceis as pessoas, demonstram carinho e adoram brincar.

Os cães são conhecidos por serem agitados, companheiros, protetores e muito dóceis, atualmente no país eles já ocupam pelo menos 37,1 milhões de lares e só tende a aumentar, pois o mercado pet vem crescendo no Brasil demonstrando que os números desses animais também estão aumentando, principalmente nos próximos anos.

O melhor amigo do homem, é sem dúvida o pet mais querido entre os brasileiros, pois eles superam os felinos em 15 milhões, além de que o carinho dos donos por esses animais se refletem nos produtos e serviços que são oferecidos para os cachorros, que estão sendo um bom negócio atualmente.

Os cães foram domesticados a milhares de anos através e ficaram caracterizados como animais sociáveis, leais e de uma maneira geral, dóceis.

Os cachorros apresentam várias atribuições físicas boas, como por exemplo a excelente audição, o olfato e a disposição do corpo, que ajudam a manter sua fama de práticos, de guarda e ainda de caça.

Ao mesmo tempo que os cães podem ser amigos agradáveis de seus donos, de certo modo ele também consegue ser útil no seu dia-a-dia.

O número de cachorros no Brasil ultrapassa os 40 milhões, não é à toa que eles são os animais preferidos do brasileiro, deixando para trás os gatos em segundo lugar e os peixes em terceiro. De acordo com o IBGE aqui é o segundo país com o maior número de cães do mundo.

Desde o seu surgimento, as raças de cachorro e a domesticação dos mesmos tiveram alguns mistérios, da mesma maneira que existem várias teorias sobre as mais diversas espécies que foram associadas com o homem com o passar do tempo.

Entre as principais teorias, existe a de que o cachorro tenha sido o primeiro animal a ser domesticado pelo ser humano e que com o passar do tempo especializaram-se em diversas funções, sendo o auxílio de seus donos.

As raças de cachorro também foram se formando ao longo da história, as variedades de canídeos hoje são conhecidas como raças puras, que foram mudando devido ao clima e outros fatores, como os sociais e geográficos.

Existem também as raças de cachorro que surgiram devido ao entrecruzamento seletivo, onde possuíam o intuito de realçar algumas qualidades, permitindo também que os cães se tornassem mais aptos para realizar suas particulares funções.

Desde a sua domesticação, os cachorros começaram a assumir papeis importantes na vida do homem, conseguindo alcançar funções cada vez mais especificas.

Nos tempos antigos, esses animais eram treinados para contribuir com o sistema de caça, guarda, tração de trenós, guarda e pastoreio e também em atividades de defesa e combate com outros animais, sem especificar as raças de cachorro.

Hoje em dia isso é diferente e essas funções já conseguem ser separadas por raças. Mesmo com o passar do tempo os cães desempenham funções importantes no nosso cotidiano, entre elas a guarda e a companhia.

Com a sua evolução algumas raças de cachorro adquiriram algumas aptidões especificas, se tornando altamente qualificados para auxiliar o homem moderno. Entre as suas principais qualidades, podemos citar as mais importantes e responsáveis, como por exemplo as funções de cães-guia, cães de salvamento e resgate e cães farejadores.

Não é de se estranhar, o cachorro além de compartilhar com o seu dono um amor incondicional, é companheiro, está sempre presente, é divertido, aprende vários truques e comandos e ainda pode ser útil em seu dia-a-dia.

Eles possuem uma expectativa de vida que pode variar de dez a vinte anos, por ser muito sociável, na maioria das vezes ele aceita o seu dono como o “chefe da matilha” por isso acaba sendo de grande utilidade para o homem.

Independente das raças de cachorro, todos eles assim como o ser humano com o passar do tempo também acabam sendo vítimas de doenças, podendo ter problemas de visão, audição, mudanças de humor entre outras.

E pensando exatamente nesse assunto, na parceria entre o homem e o cachorro e ainda nas mais diversas raças de cachorro que foram surgindo com o tempo, resolvemos trazer aqui as mais populares.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre a história, domesticação e a evolução do cachorro na atualidade, não deixe de ler os próximos tópicos com as raças de cachorro mais populares no Brasil, confira:

 

  • Vira lata

Vira lata

O vira lata na verdade não possui nenhuma raça definida, porém ocupam pelo menos 20% de todos os cachorros do país e se tratam de mestiços descendentes.

Os vira latas receberam esse apelido porque não possuem nenhuma característica particulares, eles são as misturas de várias raças e contém um pouco de cada antepassado.

  • Poodle

Poodle

Sem nenhuma dúvida, o poodle está entre as raças de cachorro mais populares do Brasil, há alguns anos atrás ele se tornou tão difundido que era difícil conhecer alguém que não tivesse ou não queria ter um cão dessa raça.

Atualmente é estimado que 12% dos cachorros que vivem no país, sejam dessa raça o que determina que o Poodle é a raça que mais predomina no Brasil.

Esses cachorros na maioria das vezes costumam ser sociáveis e adequam facilmente a qualquer tipo de família, são muito inteligentes e afetuosos. O que muitas pessoas ainda não sabem é que os poodles também podem ser adestráveis e fazem isso com muita facilidade.

Os poodles são divididos em quatro tamanhos, sendo o toy, o anão, o médio e o grande, todos eles vivem de 14 a 18 anos.

  • Pischer

Pischer

Uma das raças mais cheias de energia é o Pischer , eles se resumem em quase 7% dos cães que existem no país sendo a maior parte, em variações de miniaturas.

O Pinscher é uma verdadeira maquina em movimento, sempre muito ocupado, curioso, imprudente, jovial e corajoso. Essa raça possui traços terrier e a maioria deles são independentes e teimosos. Mesmo sendo de porte pequeno ele é muito popular por passar segurança, confiança e também sempre está em alerta.

Como já foi mencionado eles são muito corajosos e não deixam de amedrontar pelo seu tamanho, somente com seus latidos eles conseguem expulsar determinados intrusos.

Por serem muito ativos, esses cachorros se movimentam constantemente e precisam de atividades físicas, sem falar que são muito divertidos e engraçados.

Para as pessoas que não gostam de raças calmas, o Pischer pode ser uma ótima opção, eles só costumam ser um pouco mais reservados com estranhos até se acostumarem. Essa raça vive de 12 a 15 anos.

  • Labrador         

Labrador

Se tem uma raça capaz de conquistar qualquer pessoa, é os labradores. Quando filhotes costumam ser muito fofos e cativantes e quando crescem conseguem ficar ainda mais simpáticos e dóceis. Com certeza está entre as raças de cachorro mais populares.


De acordo com as estimativas, 6% dos cães do Brasil se resumem em labrador. Entre as suas principais características se entram a versatilidade, simpatia, amigável e ainda o bom convívio com as pessoas, principalmente com as crianças.

Ele é muito versátil pois pode desempenhar diversas funções, como por exemplo ser cão de caça, cão de guarda, cão guia e até mesmo cão farejador, junto a um policial.

Ele é um cão obediente, devotado e amável, consegue se dar bem com outros animais e também com qualquer pessoa, independentemente da idade. Ele consegue ser um cão tranquilo dentro de casa e intenso no quintal, tudo isso no mesmo dia.

Essa é uma raça de porte grande, sua pelagem é curta e ele pode viver de 10 a 13 anos.

  • Yorkshire

 

Yorkshire

Os Yorkshire atualmente é uma das menores raças com pelos grandes e luxuosos existentes, eles se destacam muito por sua aparência. Eles somam 5% dos cachorros do país, não muito pequenos e peludos, porém não se deixam levar por sua aparência e podem ter uma forte personalidade.

Esses cãezinhos gostam muito de brincar, são sociáveis, dóceis e muito apegados aos seus donos. Ele pode ser um pouco teimoso e agressivo com os outros animais, e adora latir.

Uma outra importante característica dessa raça é que os Yorks são muito inteligentes, por isso podem aceitar qualquer treinamento, mas por serem muito teimosos, é preciso ter paciência para ensinar alguns truques a eles e ainda adestrar.

Eles se resumem como um caçador natural de roedores, então toda vez que ele quiser avisar alguma coisa para o seu dono, ele irá latir. Um cachorro dessa raça pode viver entre 12 e 16 anos.

  • Shih tzu

Shih tzu

O Shih tzu é um cão de porte pequeno, possui um pelo longo que podem ser aparentemente de qualquer cor, possui uma cabeça e uma calda empinada que dão um ar de confiança.

Eles costumam ser muito alegres e divertidos, são bons cães de colo e ótima companhia, principalmente para as crianças, pois adoram brincar, se apegam facilmente, porém podem ser teimosos e um pouco difícil de educar. São muito inteligentes e também gostam de latir quando algo a sua volta acontece.

Essa raça de destaca ao adentrar em um ambiente, são sempre muito atrativos devidos aos seus pelos, mas também chama atenção por seu focinho achatado e olhos arregalados.

Eles adoram ser o centro das atenções, gostam de mimos e são muito amigáveis. Ele não é indicado como um cachorro para praticar esportes ou ainda ser guarda, mas se destaca bem como um com companheiro dentro de casa. O Shih tzu vive um período de 10 a 18 anos.

  • Maltês

Maltês

O Maltês está entre as mais antigas raças toys do mundo, há muito tempo é o cachorrinho decolo preferido de muita gente, sempre muito gentil, dócil e carinhoso, ele se encaixa perfeitamente nesse papel.

Mesmo sendo muito sociável ele também possui um lado selvagem, adora correr e brincar, é um pouco rabugento, muito corajoso e adora latir e desafiar os cães de porte maiores. Com pessoas estranhas ele costuma ser um pouco reservado até pegar confiança.

Ele não se deixa enganar por sua aparência fina, pois mesmo sendo muito luxuoso, ele possui muito vigor e brinca sem parar. Mesmo sendo de porte pequeno, o Maltês pode ser um cão de guarda, por ser muito fiel e leal. Ele poderá viver de 15 a 18 anos.

  • Pug

Pug

O Pug também é definido como um ótimo cão para companhia e faz parte do grupo de cães toys, possui os pelos curtos e a sua cabeça é a mais típica característica física da raça, possuem olhos pretos e grandes e um focinho achatado eu uma grande ruga sobre o nariz.

Por ser muito fiel, rapidamente ele torna um companheiro para seu dono, ele acompanha as pessoas para onde elas vão, mesmo sem ser convidado, ele é muito sociável e rapidamente se adapta as pessoas estranhas, por isso estão entre as raças mais dóceis.

Uma outra grande característica que diferencia os pugs, é o seu latido, ele emite um som como se fosse um ronco intervalado pro grunhidos, e quando quer se comunicar esses som se tornam mais agudos.

Os pugs são sensíveis, expressivos, afetuosos e obedientes, podem viver de 12 a 14 anos.

  • Golden Retriever

Golden Retriever

Essa raça é muito parecida com a dos labradores, porém possuem os pelos mais longos, são mais calmos e se adaptam melhor em apartamentos.

Para as pessoas que gostam de praticar atividade física ou só frequentar o ar livres, ter esse cachorro como companhia é uma ótima ideia.

Ele é muito dócil, brincalhão, amigável, muito companheiro e protetor. Ele é muito agitado, mesmo sendo de um porte grande se habita facilmente aos ambientes fechados, porém anseia todos os dias por uma corrida ao ar livre.

São conhecidos por sua obediência e pela interação com humanos, gostam de brincadeiras que tenha busca e sempre volta carregando algo em sua boca, ele é um ótimo amigo e pode ser uma boa companhia para as crianças.  O Golden vive de 10 a 14 anos.

  • Bulldog Francês

Bulldog Francês

O Bulldog Francês é um cachorro de pequeno porte, que possui um corpo bem desenvolvido, por isso pode formar uma massa muscular facilmente, caso ele não pratique exercício físico.

Ele se apresenta como um cachorro carismático, alegre, companheiro, brincalhão e muito inteligente, gostam muito de companhia e sentem uma necessidade constante de ficar perto de humanos.

Por mais que pela própria rotina eles precisam de exercício físico, adoram ficar deitado, seus pêlos são baixos e finos, não caem e não possuem nenhuma dificuldade ao tosa-los.

Esses cachorros são indicados para quem gosta de uma companhia dentro de casa, pois eles possuem o sistema de respiratório comprometido que não os deixam regular a temperatura eficientemente.

Essa raça costuma ser enérgica quando filhote, com o passar do tempo eles passam a ser cachorros mais calmos, ele vive entre 9 e 12 anos.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *