Bull Terrier

Bull Terrier

O Bull Terrier possui uma aparência de cão marrento, mas é de uma personalidade extremamente cativante. Desde cedo deve ser estimulado a se sociabilizar com pessoas para que não se torne um cão marrento. Necessita de um tutor com pulso firme por ser um cão com tendências agressivas caso não seja devidamente controlado.

Esse cão gosta de famílias energéticas e agitadas, que gostarão de compartilhar da sua energia quase efervescente. Então precisará de pessoas dispostas a viver grandes aventuras junto com ele.

Desde filhote o Bull Terrier deverá estar em quase constante estímulo, para que não redirecione suas energias para móveis e objetos da casa, por ser um cão extremamente energético. E precisará de alguém por perto que saiba fazer com que ele ande de acordo com as regras da casa, caso contrário, ele criará as próprias regras e viverá sob elas.

Deixar esse cão sem supervisão não é uma atitude recomendada, pois eles se portam como crianças pequenas, podendo gerar uma série de pequenos prejuízos para a casa. Além do mais, devido a sua vontade de mastigar objetos pode acabar engolindo algo, e sofrendo de problemas como bloqueios gastrointestinais que só serão descobertos quando já for tarde demais.

Eles necessitam de uma dose se exercícios físicos diariamente, e necessitam ser estimulados mentalmente também, através de brincadeiras e brinquedos que testem a sua capacidade mental com frequência.

Ele não é o cão mais indicado para o convívio com outros animais, pois o seu comportamento pode se tornar agressivo, principalmente com animais do mesmo sexo. E com estranhos eles se tornarão desconfiados, o que é mais uma razão para que se inicie um treinamento o mais rápido possível.

O Bull Terrier não se adapta bem a climas frios e úmidos. Quando o clima se encontra dessa maneira será necessário que o tutor mantenha-o devidamente aquecido.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *